Dicas para o Exame 70-659

Olá pessoal, para todos aqueles que estão se preparando para o Exame 70-659 (TS: Windows Server 2008 R2, Server Virtualization), segue um conjunto de dicas e links que com certeza irão ajudar a alcançar o resultado desejado neste exame.
Esta prova é composta de 50 questões
Possui 1 horas e 40 minutos de duração
Basicamente o conteúdo é todo baseado no Windows 2008 R2 e está divido nos seguintes tópicos:
Hyper-V
   Instalação
   Rede
   Discos
   Snapshot
   Alta disponibilidade (Cluster)
   Delegação de Controle (AZman.msc)
   Powershell
SCVMM 2008 R2
   Gerenciamento
   Migração (P2V, V2V, Import e Export)
   Self Service Portal (SSP)
   Integração com Vmware
Remote Desktop Services
Como se preparar?
Os links e o conteúdo abordado abaixo será bastante útil para que você esteja preparado para encarar o exame, mas é bastante recomendado que você instale o serviço e execute alguns testes para se ambientar com a ferramenta. Existe também o curso 10215 que lhe ajudará no aprendizado.
Dicas e truques para a prova 70-659:
Quick Migration Vs Live Migration
O Quick Migration é um recurso do Windows Server® 2008 Hyper-V™ e do Windows Server® 2008 R2 Hyper-V™. Tanto o Live Migration como o Quick Migration movem as máquinas virtuais em execução de um computador físico Hyper-V™ para outro computador, mas a principal diferença é que o Quick Migration salva, move e então restaura a máquina virtual, o que resulta em algum tempo de indisponibilidade. O processo do Live Migration usa um mecanismo diferente para mover a máquina virtual em execução para um novo computador físico. Este processo será explicado em maiores detalhes na seção Arquitetura do Live Migration neste documento. Abaixo fornecemos um resumo do processo do Live Migration:
1. Todas as páginas de memória da máquina virtual são transferidas da fonte do host físico Hyper-V™ para o host Hyper-V™ de destino. Enquanto isto está ocorrendo, é rastreada qualquer modificação da máquina virtual para suas páginas de memória.
2. As páginas que foram modificadas enquanto a etapa 1 estava ocorrendo são transferidas para o computador físico de destino.
3. O controle de armazenamento dos arquivos VHD das máquinas virtuais são movidos para o computador físico de destino.
4. A máquina virtual de destino é trazida para o modo online no servidor Hyper-V™ de destino.
O Live Migration produz significantemente menos tempo de indisponibilidade para a máquina virtual que está sendo migrada. Isto torna o Live Migration o tipo de migração preferida quando os usuários devem ter acesso ininterrupto à máquina virtual que está sendo migrada. Como o Live Migration terminará em menos tempo que o timeout de TCP para a migração de máquina virtual, os usuários não terão nenhuma quebra na migração de máquina virtual durante as etapas 3 e 4 da migração.
Observação: O Windows Server® 2008 Hyper-V™ suporta o Quick Migration. O Windows Server® 2008 R2 Hyper-V™ suporta tanto o Quick Migration como o Live Migration.
Exemplos de algumas questões que podem aparecer na prova:
Questão 1 – Na sua empresa tem um Servidor com Microsoft Hyper-V Server 2008 R2 no ambiente. Você precisa fazer o backup manual de uma partição filha enquanto ela está desligada. Quais são os dois elementos que você deve fazer o backup?
O arquivo .vhd
O arquivo de configuração .XML
Dicas: O que é um arquivo .vhd – Basicamente um arquivo . vhd é um disco rígido virtual que é uma representação baseada em arquivos de um disco rígido físico, com repetição completa de uma estrutura de header do disco. É capaz de gerar uma cópia idêntica (1:1) de um disco rígido, sem compactação.
As máquinas virtuais exige o mesmo hardware básico do que uma máquina física precisa para iniciar uma operação: uma placa-mãe, BIOS, memória, placa de rede, teclado, mouse, monitor e um disco rígido. A arquitetura do Hyper-V garante que as máquinas virtuais tenham a maior portabilidade possível. Um desafio do projeto de portabilidade foi como fazer uma máquina virtual em um disco rígido portátil e acessível ao mesmo tempo proporcionando um desempenho aceitável.
Links relacionados
Questão 2 – Você instala o Windows Server 2008 R2 (server core) em um servidor. Você precisa habilitar o gerenciamento remoto para os discos no servidor usando o Disk Manager. O que você deve fazer?
Execute o seguinte comando: Netsh advfirewall Firewall set rule group=”Remote Volume Management” new enable=yes command.
Links relacionados
Questão 3 – Todos os servidores na sua rede executa o Windows Server 2008 R2. Você implanta o Remote Desktop Services (RDS). Você está configurando o Remote Desktop Session Host (RD Session Host). Você precisa assegurar que os programas que estão sendo executado continuem em execução quando os usuários não estão mais ativos no RD Sessions. Qual a configuração você deve habilitar?
Finalizar uma sessão desconectada (End a disconnected session)
Links relacionados
Questão 4 – Você está configurando seu Microsoft System Center Virtual Machine Manager (VMM) 2008 R2 no ambiente. O VMware ESX 3.5 chamado de Host1 está adicionado em uma infra-estrutura existente do VMware Infrastructure 3 (VI3), para que você gerencie usando o VMM. Você precisa adicionar o Host1 no seu ambiente que tem o VMM. O que você deve fazer?
Você deve usar o Add host Wizard, selecionar o VMware ESX Server (qualquer localização). No campo nome do computador, coloque tipo o Fully qualified domain name (FQDN) do Host1.
Links relacionados
Questão 5 – Na sua companhia usa o Remote Desktop Services (RDS). Você instala e configura o Remote Desktop Gateway (RD Gateway) em um servidor que executa o Windows Server 2008 R2. Os funcionários se conectam ao RDS de computadores remotos não gerenciados. Os empregados não são capazes de acessar o servidor gateway, a partir dos computadores não gerenciados remotos. Você precisa garantir que os funcionários possam acessar o RD Gateway server.
Você deve criar um Remote desktop connection authorization policy (RD CAP).
Links relacionados
Questão 6 – Você usa o Microsoft System Center Virtual Machine Manager (VMM) 2008 R2, para criar e gerenciar as máquinas virtuais (VMs). Você está tentando criar a primeira VM no Hyper-V usando o Windows Powershel. Você recebe uma mensagem de erro informando que a New-VM PowerShell cmdlet não é reconhecida. Você precisa ser capaz de criar a VM usando o PowerShell. O que você deve fazer?
No Windows PowerShell, execute o seguinte cmdlet: Add-PSSnapin Microsoft.SystemCenter.VirtualmachineManager.
Links relacionados
Questão 7 – Você usa o Microsoft System Center Virtual Machine Manager (VMM) 2008 R2 para gerenciar seu ambiente virtual. Falhas ocorrem quando você executa  a conversão P2V off-line usando o VMM. Você precisa assegurar que você está com as informações necessárias para fazer um troubleshoot do problema. O que você deve fazer?
Crie o arquivo scvmm_winpe_tracing.txt.
Links relacionados
Questão 8 – Seu ambiente virtual inclui um Windows Server 2008 R2 Hyper-V failover. Você gerencia o ambiente usando o Microsoft System Center Virtual Machine Manager (VMM) 2008 R2. Você precisa configurar o live migration para as máquinas virtuais (VMs). O que você deve fazer?
Em Failover Cluster Manager, edite as propriedades da VM.
Questão 9 – Você usa o Hyper-V Manager para ciar uma nova Máquina virtual chamada Server1. Server1 tem a seguinte configuração:
Você inicia Server1 e inicia a instalação do Windows Server 2008 R2 a partir do DVD. Uma mensagem de erro ocorre, e você está impossibilitado de instalar o Windows. O que você precisa fazer para instalar o Windows Server 2008 R2 no Server1?
Adicione o VM1.vhd no IDE Controller 0
Dica: Lembre-se que no Hyper-v, só conseguimos fazer boot usando VHDs IDE….
Questão 10– Seu Hyper-V servers roda Windows Server 2008 R2 Standard. Você gerencia o ambiente virtual usando o Microsoft System Center Virtual Machine Mananger (VMM) 2008 R2. Você precisa assegurar que você consiga migrar as partições filhas entre os servidores. O que você precisa fazer?
SAN Migration
Network Migration
Links relacionados
Questão 11 – Você instala o Windows Server 2008 R2 Enterprise (versão Full). Você precisa habilitar a role do Hyper-V no servidor.
Start /w ocsetup Microsoft-Hyper-V
Add-WindowsFeature Hyper-V (commando powershell)
Links relacionados
Questão 12 – Você está com o Windows Server 2008 R2 Hyper-V server. Você precisa assegurar que você será solicitado a especificar um nome para quando criar o snapshot.
Essa opção será apresentada no Virtual Machine Connection
Questão 13 – Você instala Windows Server 2008 R2 (Server Core) em um servidor. O servidor está armazenando uma máquina virtual (VMs) em um volume que está conectado no servidor por meio de uma conexão iSCSI. Você precisa configurar o servidor para que as máquinas virtuais possam ser armazenadas no volume iSCSI.
iscsi qaddTarget
iscsi qloginTarget
Links relacionados
Questão 14 – Você está com o Windows Server 2008 R2 Hyper-V Server com um único adaptador de rede que está conectado na rede. A rede virtual está configurada como Externa. As Máquinas virtuais (VMs) em execução no servidor não são capazes de se comunicar com o servidor host na rede. Você precisa se certificar que a VM que está sendo executada no servidor são capazes de se comunicar com o servidor host na rede. O que você precisa fazer?
Selecione a opção Permitir gerenciamento do sistema operacional para compartilhar este adaptador de rede.
Questão 15 – Sua empresa tem um Active Directory que inclui um grupo de segurança chamado Desenvolvedores. Você tem um member server que roda Windows Server 2008 R2 com o Hyper-V. Você precisa assegurar que os membros do  grupo de Desenvolvimento possa só gerenciar as Máquinas Virtuais (VMs). Os membros desse grupo não devem ter privilégios administrativos sobre o servidor host.
Você deve usar o Authorization Manager
Links relacionados
Questão 16 – Você esta configurando uma máquina virtual que está sendo executada em um servidor com Windows Server 2008 R2. O primeiro disco virtual está conectado ao IDE 0. Você precisa adicionar discos virtuais na VM sem desligá-la. O que você deve fazer?
Adicione os discos virtuais a uma controladora SCSI existente.
Questão 17 – Você usa o System Center Virtual Machine Manager (VMM) 2008 R2 para gerenciar o seu Hyper-V. Você tem uma aplicação legada que não é suportada no Windows Server 2008 R2. A aplicação roda em um servidor que tem a seguinte configuração:
Um disco de 12GB, formatado com FAT
512 de RAM
Você precisa assegurar que você possa executar o P2V do servidor. O que você precisa fazer?
Use o off-line P2V.
Questão 18 – Você está com uma Microsoft Hyper-V Server 2008. Você precisa ingressar o servidor em um domínio existente do Active Directory.
Use o hvconfig.
fonte: http://alturl.com/c2h7n 
Além disso, é recomendável que você conheça os principais conceitos utilizados pelo produto e agende sua prova!

Conceitos importantes sobre Virtualização

Olá,
Estava aqui lendo alguns documentos e me preparando para a prova 70-659 e achei um link interessante que faz uma boa introdução aos principais conceitos vinculados a Virtualização e Hyper-V. Acredito que será bastante útil para quem está começando agora nessa linha.
O que é Virtualização?

As pequenas empresas de hoje enfrentam uma pressão cada vez maior para entregar mais valor para os clientes e, ao mesmo tempo, gerenciar um orçamento baixo de tecnologia. Dessa forma, está se tornando cada vez mais indispensável otimizar os ativos da rede física para gerenciar os níveis crescentes de capacidade de processamento e quantidade de dados de que as pequenas empresas precisam conforme crescem.

Um jeito de otimizar computadores com o Windows SBS 2008 é usar a tecnologia de virtualização Hyper-V. A tecnologia Hyper-V permite que você execute vários sistemas operacionais conjuntamente, como “máquinas virtuais” em um único servidor físico. Quando configurada adequadamente, a virtualização oferece os seguintes benefícios:

·         Consolidação de Servidor.   Você pode usar o Hyper-V para consolidar vários servidores em um único sistema, ao mesmo tempo que os mantém isolados um do outro. Assim, você pode pode usar, com maior eficiência, menos recursos de hardware e pode diminuir seus custos de gerenciamento, abaixando de fato o custo total de propriedade (TCO). 
·         Menos Gastos com Energia.   Com a virtualização, você também diminui os gastos com energia e refrigeração.
·         Continuidade dos Negócios e Recuperação de Desastres.   Você pode usar o Windows SBS 2008 para fazer backup regularmente dos seus servidores em unidades de armazenamento externas. Você pode usar esses backups para restaurar completamente o servidor primário. Os servidores virtualizados Hyper-V oferecem um grau de independência do hardware e incluem opções adicionais que podem ajudar a acelerar a recuperação do servidor caso haja uma interrupção. Algumas dessas opções requerem cluster do servidor ou softwares de monitoramento adicionais. Entretanto, você pode conseguir usar a independência de hardware conseguida com a virtualização e diminuir o tempo de inatividade do servidor.
·         Amplo Suporte a Sistemas Operacionais.   Você pode usar o Hyper-V para executar simultaneamente vários sistemas operacionais convidados, incluindo sistemas de 32 e 64 bits em diferentes plataformas de servidor, como Windows, Linux e outros.
Termos e Definições
Antes de continuar, é útil compreender estes termos:

Partição filho
Qualquer partição criada pela partição pai. As partições filho não podem criar novas partições, nem tem acesso direto à memória ou dispositivos.
Sistema operacional convidado
O sistema operacional sendo executado em uma máquina virtual. O sistema operacional convidado pode ser um sistema completo ou pode ser um kernel pequeno, para um propósito especial.
Hipervisor
Uma camada de software que fica logo acima do hardware e abaixo de um ou mais sistemas operacionais. O hipervisor controla e arbitra o acesso ao hardware subjacente. Ele é o responsável por criar, gerenciar e excluir partições.
Tecnologia Hyper-V
Um componente principal do Windows Server 2008 que possibilita a consolidação de vários sistemas operacionais virtuais em um único computador físico.
Partição pai
A partição que foi criada primeiro, que executa o Windows Server 2008 e que possui todos os recursos que o hipervisor não possui, incluindo a maioria dos dispositivos e a memória do sistema. A partição pai cria e gerencia as partições filho em que você cria máquinas virtuais e instala sistemas operacionais convidados. Quando a função do Hyper-V é configurada e o servidor é reiniciado, a instalação do Windows Server 2008 que era o sistema operacional nativo do sistema se torna o sistema operacional na partição pai do servidor Hyper-V
Partição
Neste documento, uma porção distinta de um dispositivo de armazenamento que funciona como se fosse uma unidade fisicamente separada.
Servidor primário
O primeiro e principal servidor em um domínio do Windows SBS 2008. A mídia de instalação para o servidor primário vem tanto com o Windows SBS 2008 Standard quanto com o Windows SBS 2008 Premium.
Servidor secundário
O servidor secundário em um domínio do Windows SBS 2008 que executa o sistema operacional Windows Server 2008 Standard. A mídia de instalação para o servidor secundário vem com o Windows SBS 2008 Premium.
Virtualização
Um termo geral usado para descrever a abstração de recursos para computadores. Neste documento, ele se refere ao processo de configurar um servidor secundário em um domínio do Windows SBS 2008 para hospedar uma ou mais máquinas virtuais.
Máquina virtual
Um computador virtual localizado em uma partição filho, criado por emulação de software e que tem as mesmas características de um computador físico.

Virtualizando o Windows Small Business Server 2008
Usando o Windows SBS 2008 Premium e a tecnologia Hyper-V, você pode criar um ambiente de rede virtual. Quando você cria um ambiente virtual para a sua rede do Windows SBS 2008, a configuração geral da rede é a mesma de uma implantação física. Por isso, executar o Windows SBS 2008 em uma máquina virtual é muito similar a executá-la em uma implantação física.

Esta seção descreve as versões do Windows SBS 2008 disponíveis e oferece uma visão geral dos cenários comuns de uso do servidor.

O Windows SBS 2008 está disponível nas edições Standard e Premium. A edição Standard é executada em uma instância do Windows Server 2008. A edição Premium requer duas instâncias do Windows Server 2008. As duas instâncias do servidor são definidas assim:

Servidor Primário:   O primeiro servidor. Esse servidor inclui o Windows Server 2008, as tecnologias de componente que fazem a base do Windows SBS 2008 e o Microsoft Exchange Server 2007.
Servidor Secundário:   Esse servidor executa o Windows Server 2008 Standard, e, opcionalmente, o software de banco de dados Microsoft SQL Server® 2008 Standard Edition for Small Business para seus aplicativos de linha de negócios.

Virtualizando suas Plataformas de Aplicativos de Linha de Negócios com o Windows Small Business Server 2008 Premium
O Windows SBS 2008 Premium inclui o SQL Server 2008 Standard Edition for Small Business, que permite que você execute seus aplicativos de linha de negócios (LOB) em um servidor secundário. Há muitas razões para executar aplicativos LOB em um servidor secundário, incluindo:

·         Isolamento arquitetônico dos serviços de rede principais, como os serviços de domínio Microsoft Active Directory®.
·         Isolamento de outros softwares de servidor, como o Exchange Server.

Bem, agora é só buscar mais conteúdo na NET e começar a implementar e testar o Hyper-V.

Bom estudo a todos….

Configurando Dual Boot usando VHD

Olá a todos,
Estou iniciando uma nova fase do blog, onde passarei a utilizar alguns Video Cast para demonstrar algumas soluções e implementações. Para começar, iremos falar de uma forma de configurar um dual boot em seu computador, sem a necessidade de particionar o HD. Nesta apresentação, iremos demonstrar a configuração de uma dupla inicialização usando um VHD.

Microsoft anuncia versão RTM do Windows Server 2008 R2

O Windows Server 2008 R2 (Largamente disponível a partir de 22 de Outubro) teve sua versão RTM Liberada em 22 de Julho.

Construído com base no Windows 2008 R1, expandiu as tecnologias existentes e adicionou novas features para ajudar as organizações a aumentarem a confiabilidade e flexibilidade dos servidores de sua infra-estrutura. Novas ferramentas de virtualização, Recursos de WEB, aumento do gerenciamento e integração com Windows 7, reduzindo custos e provendo uma plataforma dinâmica e eficiente para o gerenciamento do seu Data Center. Poderosas ferramentas como o Internet Information Services (IIS) 7.5, atualização do Server Manager e Plataforma Hyper-V, Windows PowerShell 2.0 combinando controle de customização, eficiência e habilidade para reagir as necessidades comerciais.

Veja mais sobre o novo produto no site oficial do Windows 2008 R2
http://www.microsoft.com/windowsserver2008/en/us/r2.aspx