Consumerização, junto com Cloud uma nova tendência para o Mercado de TI!

Assim como acontece com a computação em nuvem, a consumerização de TI é o tema do momento, afirmam especialistas do setor. Mais conhecido como a incorporação de novas tecnologias ao ambiente de trabalho puxada pelos usuários, o termo, tal qual computação em nuvem, é ambíguo, e aplicado sem cerimônia a uma série de coisas relacionadas, mas que diferem em detalhes.
Consumerização de TI está associada com a facilidade de uso, interfaces atraentes, funcionalidade intuitivas e acessíveis.
No mundo corporativo de TI, este movimento tem sido descrito como a penetração dos dispositivos móveis como iPhone, iPhad, celulares Android e tablets comprados pelo próprio usuário. Esse fenômeno vai alcançar dimensões cada vez maiores, não há dúvidas. E esse cenário se fortalecerá à medida que as organizações cederem à pressão para apoiar o lema “traga seu próprio dispositivo pessoal para a empresa” (BYOD).
O local de trabalho está mudando. Os limites entre a vida profissional e pessoal das pessoas estão cada vez mais indefinidos. O trabalho não é mais limitado ao escritório. Os funcionários verificam os emails de trabalho em casa durante a noite e atualizam suas mídias sociais no escritório durante o dia. Além de seus computadores desktop, eles estão usando computadores portáteis, Tablets e smartphones.
Contribuindo com essa tendência está o aumento do poder da computação disponível em uma grande variedade de dispositivos. Os dispositivos de consumo, incluindo smartphones e tablets de mídia, estão se tornando potentes o suficiente para a execução de aplicativos que antes eram restritos a computadores desktop e portáteis. Para muitos profissionais, esses dispositivos representam o futuro da computação, além de os ajudar a realizar o trabalho de maneira mais eficiente.
Em um mundo no qual infraestruturas de TI altamente gerenciadas podem parecer inflexíveis, os trabalhadores preferem usar os vários dispositivos de consumo disponíveis para eles. Para a TI, o desafio está em adotar o consumo como apropriado e, ao mesmo tempo, minimizar os riscos para a empresa e seus dados. Muitos dispositivos de consumo não são inicialmente projetados para o uso empresarial e, por isso, a TI deve fazer um planejamento cuidadoso para habilitar o nível de gerenciamento e controle exigido por eles.
A TI deve ser capaz de adotar o consumo onde for apropriado e, ao mesmo tempo, reduzir os riscos para a empresa e seus dados. Ao analisar e compreender seus usuários, além dos dispositivos que eles desejam utilizar, você pode ajudar a garantir que o consumo traga benefícios à sua empresa e que esses benefícios possam ser mensurados e avaliados.
A adoção do consumo permite que as empresas forneçam ganhos de produtividade e vantagem competitiva. O consumo se torna uma grande oportunidade quando as estratégias de utilizar os dispositivos dos próprios usuários são feitas de forma controlada, assegurando que os ativos corporativos estejam seguros e estabelecendo novas funções para os funcionários capacitados e a TI como parceiros. A Microsoft possui uma grande variedade de soluções prontas para empresas que podem ajudar você a atender às necessidades de seus usuários relacionadas ao consumo, desde implantações do Windows Optimized Desktop, passando pelo gerenciamento com base na nuvem usando o Windows Intune, até smartphones com base ou não no Windows.
Para conhecer um pouco mais sobre essa nova tendência, acesso o site oficial da Microsoft sobre consumerização.
Anúncios